atitudeautoconhecimentocomportamentodescobertasfeminino

Sou feita de camadas (você não viu)

posted by Juliana Garcia maio 7, 2016 0 comments
veu

Sou feita de camadas
Você pensa que me vendo aqui sorrindo
Falando de coisas que sonho ou defendo
Ou aqui me contorcendo e gemendo
Dançando, brincando
Pacata, observando, em silêncio
Você pensa que viu tudo
Mas, meu bem, você viu muito pouco ou quase nada

Sou feita de camadas sobrepostas
Uma moça que sorri pode estar à mostra
Ou uma de olhos perdidos
Mas por dentro é turbilhão
É medo, é loucura, é desejo, é vazio, é eco
Camada por camada ou tudo de uma só vez

Uma moça que tem camadas
Não por medo, mas por haver muitas faces
Profundidade e superfícies

Quando pensar que viu tudo
Olhe bem e, de relance,
Pode ser que você capte
O instante preciso em que uma camada nova se revela

Pode ser um segundo de olhar fugidio
Um tremer suave dos lábios
Um balançar da cabeça, novo ângulo
E ali está outra
Outra camada, outra mulher

Só vê quem tem alma
Só vê quem tem tempo pra ficar
Quem tem camadas e quer aprofundar

No mais, você pode gostar ou não
Mas só pode falar das poucas camadas que viu
Das poucas camadas que ficaram à vista
Das poucas camadas que você talvez até tenha provocado aparição
E ainda será sempre pouco, bem pouco

Para ver mais delas, eu mesma tenho que caminhar serena
Observar a hora do bote
E poder surpreender com um “eu vejo você”
Isso nem sempre acontece de frente ao espelho
E às vezes, sim, e então pisco marota ou deixo uma lágrima cair
Depende, qual camada acabo de tocar

Muitas vezes acontece no banho
Ouvindo sinos ao ler certas palavras
Quando reconheço um lugar que nunca vi
Ao escapar da boca algo que nem sei de onde viria

Só vê quem tem camadas
Só vê quem está em presença
Quem se interessa por magia e descoberta
Quem gosta e não tem medo
Do encontrar

Textos Relacionados